Renda variável: como reduzir prejuízos em investimentos em 3 regras

por | 14 nov 2023 | DARFmensal, IR anual

O investimento em renda variável oferece a oportunidade de alcançar retornos significativos, mas também está sujeito a riscos que podem resultar em prejuízos. Reduzir essas perdas pode demandar estratégia do investidor que não quer perder dinheiro.

Neste artigo, discutiremos estratégias práticas para minimizar prejuízos em renda variável e maximizar o seu retorno em investimentos.

Para garantir precisão no seu Imposto de Renda de investimentos e ter acesso à melhor plataforma de gestão de investimentos, acesse o Velotax.

Compreensão dos prejuízos em investimentos em renda variável

Os prejuízos em investimentos em renda variável podem resultar de várias situações, como flutuações do mercado, eventos macroeconômicos ou decisões de investimento inadequadas.

Compreender a natureza desses prejuízos é importante para adotar as medidas corretas e minimizar seu impacto nos resultados financeiros.

É fundamental distinguir entre prejuízos temporários, que podem ser recuperados com o tempo, e perdas permanentes de capital, que podem ter efeitos duradouros nos investimentos de renda variável dos indivíduos, principalmente para entender em quais situações será mais benéfico agir e em quais é melhor aguardar o próprio mercado se regularizar.

Compensando prejuízos com lucros no Imposto de Renda

O prejuízo é um daqueles fantasmas que assombra a vida de todo o investidor. Mas nem tudo está perdido.

Poucas pessoas sabem, mas na Bolsa brasileira temos o benefício fiscal da compensação dos prejuízos, ou seja, é possível compensar prejuízos para pagar menos impostos.

Investidores podem usar prejuízos de meses anteriores para compensar ganhos e pagar menos impostos, minimizando os impactos dos prejuízos em seu patrimônio líquido.

Na prática, esse benefício permite diminuir o valor do imposto a ser pago das operações de venda com lucro. Em outras palavras, o prejuízo poderá ser compensado ou abatido de operações de venda com lucro, dentro do próprio mês ou dos meses futuros, podendo ser de classe de ativos diferentes, desde que tenham a mesma natureza de operação.

Contudo, para compensar os prejuízos e usufruir do benefício da compensação é preciso estar atento, pois existem muitas regras e particularidades.

renda variável

Regras da compensação de prejuízos em renda variável

É possível utilizar o benefício fiscal e compensar prejuízos no Imposto de Renda dos investimentos de renda variável, como ações, fundos imobiliários (FIIs), Fiagro, fundos de índice (ETFs), entre outros. Contudo, algumas regras precisam ser seguidas para que a compensação seja correta.

Mesma natureza da operação

Quando nos referimos a classe de ativos diferentes, também podemos realizar a compensação, ou seja, é possível compensar os prejuízos apurados em determinado ativo com ganhos líquidos de outro ativo, desde que se tratem da mesma natureza de operação.

Ou seja, os prejuízos de day trade podem ser compensados com os lucros de operações de day trade e operações de swing trade só podem ser compensadas com as de swing trade.

Existe uma classe de ativos que só poderá ser compensada com ela mesma, independentemente da natureza da operação. São os FIIs e Fiagros. Operações de FIIs e Fiagro só podem ser compensadas com as operações de FIIs e Fiagro.

Lucro futuro

Também não é possível compensar um prejuízo obtido com lucro de meses passados. Até porque, o Imposto de Renda de lucros passados já deveria ter sido pago.

O prejuízo só pode ser compensado com lucros do mesmo mês ou meses posteriores.

Declaração

Além disso, para que o prejuízo possa ser compensado com lucros de anos seguintes será necessário declará-lo no IRPF anual. Caso contrário, o investidor perde o direito de compensar aquele prejuízo passado.

Mesmo que você não precise declarar o Imposto de Renda por outros motivos, não deixe de declarar seus prejuízos para não rasgar dinheiro.

Os prejuízos, desde que informados na Declaração, não possuem um prazo limite para serem compensados, mas a declaração tem prazo de entrega, portanto é imprescindível informar à Receita Federal, por meio de sua declaração anual, que você os teve para ter direito a esse benefício.

Se você teve prejuízos e não declarou em anos anteriores, lembre-se de retificar suas declarações.

Conclusão

Em resumo, reduzir prejuízos em investimentos em renda variável requer uma abordagem estratégica e informada e existe uma forma fácil de garantir o cálculo correto dos seus prejuízos, a compensação automática e uma declaração com 100% de precisão: com o Velotax.

Conheça a plataforma Velotax e fique em dia com a Receita Federal

Ficar em dia com a Receita Federal é ainda mais fácil com as ferramentas do Velotax!

A plataforma garante 100% de precisão para que você possa investir com mais segurança.

Um serviço 5 estrelas para você ficar tranquilo e cumprir todas as obrigações com a Receita Federal.

Clique aqui e conheça agora também o canal do Velotax no YouTube.

Simplifique os seus impostos com Velotax

Artigos relacionados

Day trade em 5 regras

Day trade em 5 regras

Muitos investidores utilizam o day trade como uma estratégia para obter uma grande rentabilidade. Contudo, alguns investidores acabam operando day trade sem...

%d