Índice de Sharpe: o que é e como utilizar ao seu favor? Os 4 termos que você precisa entender!

índice de sharpe

Você sabe o que é o Índice de Sharpe? Neste artigo vamos explicar o que é, como usar e como calcular o índice para fazer melhores comparações entre ativos e acertar nos seus investimentos. Aprenda a utilizar o Índice de Sharpe a seu favor!

Esse é um dos indicadores mais importantes para avaliar investimentos no mercado financeiro. 

O Índice de Sharpe tem toda essa relevância por levar em consideração não só a rentabilidade que esses investimentos podem trazer como também o risco que você pode correr ao investir nesses ativos.

Um índice capaz de ajudar você a escolher os melhores ativos pensando em todos os riscos e no seu perfil de investidor. 

É realmente um índice excelente e é por isso que viemos explicar como usufruir de seus benefícios para começar hoje mesmo a fazer análises cada vez mais precisas na hora de investir.

Afinal, não importa qual é o seu propósito, sempre será importante contar com indicadores que possam mostrar se você está usando a estratégia certa ou precisa mudar de rumo.

E você pode ficar tranquilo porque no Velotax você consegue emitir as suas DARFs de lucros em ações da forma mais fácil!

O que é Índice de Sharpe?

Primeiramente, o índice de Sharpe recebe esse nome por ter sido criado por William Sharpe, Nobel de Economia em 1990.

Matemático e estatístico, ele não via sentido em observar apenas a rentabilidade das aplicações financeiras, já que o risco que elas apresentavam era igualmente relevante à sua rentabilidade.

Em suas análises, ele começou a se perguntar quais eram os investimentos com maior retorno, mas também com os menores riscos possíveis. 

Foi a partir dessa perspectiva que investidores começaram a analisar as aplicações de forma mais completa e passaram a fazer comparações mais assertivas.

Ao investir na Bolsa de Valores você deve estar sempre ciente de que retornos passados nunca são garantias de remunerações futuras e que o retorno esperado deve ter equilíbrio com os riscos assumidos.

índice de sharpe

Porque o índice de Sharpe é útil?

Você pode utilizar o índice de Sharpe por exemplo ao comparar dois fundos de investimento com o mesmo retorno, sendo que esse índice será capaz de identificar qual deles oferece menos riscos e, portanto, será a melhor escolha.

Afinal, não é porque tenha gerado uma rentabilidade alta que um ativo é melhor que os outros, já que pode ter gerado mais rendimentos justamente porque correu mais riscos e, no seu caso, pode trazer um resultado diferente.

Portanto, ao utilizar o índice de Sharpe, quem investe pode encontrar a alternativa com a melhor remuneração e com o menor risco possível. 

Como calcular o índice de Sharpe? 4 termos que você precisa entender!

O conceito do Índice de Sharpe envolve matemática e parte da seguinte fórmula:

S = (Ri – Rf) ÷ (σi)

Fazem parte dela 4 termos que você precisa entender conforme a legenda:

S: Índice de Sharpe

Ri: Retorno do Investimento

Rf: Taxa livre de risco – serve de ponto referencial para o cálculo. No caso do Brasil, utiliza-se a taxa Selic, já que ela representa os investimentos mais básicos e com menos risco de mercado.

σi: Risco do Investimento, representado pela letra grega sigma, que simboliza a volatilidade.

Complexo? Parece, mas na realidade não é.

Vamos lá: se você tem um ativo cuja taxa livre de risco é de 10%, o retorno do ativo é de 15% e a sua volatilidade anual é de 10%. Assim, temos:

S = (15-10) ÷ (10)

S = 5 ÷ 10

S = 0,5

Esse resultado mostra que cada 1 ponto de risco corrido com o ativo em questão, levou a um retorno de 0,5% ponto de remuneração acima da que foi recebida por um investimento livre de risco.

Portanto, o rendimento aumentou porque o risco também foi alto.

Agora, se em outro ativo você tem uma taxa livre de risco de 10%, retorno de 15% e uma volatilidade de 50%, podemos observar que Ri e Rf são iguais ao ativo anterior, alterando-se apenas a volatilidade, da seguinte forma:

S = (15-10) ÷ (50)

S = 5 ÷ 50

S = 0,1

Na análise desse novo ativo, descobrimos que cada 1 ponto de risco corrido gerou um rendimento de 0,1 ponto de remuneração acima da recebida por um investimento livre de risco. Nessa comparação, o novo ativo seria “pior”, já que é mais arriscado, com a volatilidade mais alta.

Se ignorasse esse indicador, poderia apenas pensar que os dois ativos trariam a mesma remuneração e acabar escolhendo o que teria um retorno mais arriscado simplesmente por não fazer o cálculo de acordo com o Índice de Sharpe.

Para ficar ainda mais claro, podemos definir que quanto maior o resultado em determinado investimento, melhor será o seu retorno por unidade de risco. Por isso, de acordo com o índice de Sharpe, 0,5 é melhor que 0,1.

Agora você já sabe como controlar melhor e garantir os seus lucros com o índice de Sharpe, mas… Como pagar os impostos devidos quando for o caso?

Imposto de Renda de ações

A alíquota de operações realizadas em Swing Trade, ou seja, compra e venda em dias diferentes é de 15% sobre o lucro, enquanto para compra e venda de ações Day Trade, compra e venda no mesmo dia, a alíquota passa para 20%.

Apesar da regra ser a de que é devido o Imposto de Renda em toda operação com lucro na bolsa de valores, em casos de operações de Swing Trade, você fica isento caso as suas operações não ultrapassem os R$20 mil mensais.

Mas é importante lembrar, operações de Day Trade não têm isenção e o mesmo vale para outros ativos de renda variável.

Além das operações Swing Trade no limite de isenção, são isentos de imposto de renda as debêntures, LCAs, LCIs, CRIs, CRAs, dividendos e rendimentos de Fundos Imobiliários.

Clique aqui e conheça nossa plataforma.

Como gerar DARF de ações?

Uma das formas que muitos investidores utilizam para ter controle de tudo o que acontece com as suas operações e conseguir tanto pagar quanto, posteriormente, fazer a declaração desse investimento no Imposto de Renda é manter uma planilha de investimentos.

Dessa planilha, o investidor deve baixar o programa Sicalc da Receita e inserir cada operação manualmente.

Por mais que o processo na Receita Federal seja bastante burocrático e te exigir downloads de programas, gerar o DARF de lucro de ações na plataforma do Velotax é super simples!

Então você pode utilizar à vontade o índice de Sharpe para ter lucro nas suas ações que o pagamento dos tributos tem a ajuda do Velotax!

1. Entre na plataforma

A forma mais simples de emitir seu DARF é pela plataforma do Velotax! Você pode utilizar a nossa plataforma acessando velotax.com.br

2. Clique em “Use Grátis”

Clique em “Use Grátis” e faça um cadastro rápido e gratuito, inserindo Nome, CPF, e-mail e uma senha de acesso ou clique em “Já tenho uma conta” e faça o seu login, se você já for um Velotaxer e tiver o seu cadastro na nossa plataforma!

3. Calculadora

Dentro da plataforma, clique em “Cálculo de IR (DARF)” e “Bolsa de Valores” no centro da tela ou, no menu à sua esquerda, clique em “Bolsa de Valores” e “Calculadora”, respectivamente.

4. Integração

Integre a nossa plataforma com a sua conta da B3 para um preenchimento automático de todas as suas operações ou continue sem integrar com a B3 para preencher manualmente, o que não é recomendado, já que você pode acabar cometendo erros sem nem mesmo se dar conta.

5. Selecione o mês 

Selecione o mês para calcular as operações e clique em “próximo” para ter um cálculo automático do imposto devido com aquelas operações.

6. Emita o DARF!

Confira as operações e clique em “Salvar e Emitir DARF”

7. Pague o documento.

Você pode pagar a guia DARF que foi emitida da forma que for mais fácil para você. O Velotax te fornece as mais variadas opções: boleto, cartão de crédito ou PIX!

E é importante lembrar: existe um limite mínimo de valor para emissão de DARFs da Receita Federal: R$10! 

Mas não se preocupe, se a seu DARF ficar abaixo do valor mínimo, utilizando o Velotax esse valor já será acrescido para o próximo mês e você não precisa se preocupar! 

Viu só? Emitir e pagar DARF de ações vendidas no mês não é tão complicado!

Conheça a plataforma Velotax e fique em dia com seus DARFs de ações

Com as nossas ferramentas, você calcula gratuitamente o valor do imposto e emite a guia do DARF de ações automaticamente para o pagamento.

Facilidade para você estar em dia com a Receita Federal, pagar o seu DARF de ações e utilizar o seu tempo para fazer o que realmente importa: encontrar as melhores oportunidades na Bolsa de Valores.

A plataforma é 100% segura e pede apenas os dados necessários para que o documento seja gerado.

Esclarecemos todas as suas dúvidas sobre o índice de Sharpe? 

Confira as nossas soluções para simplificar seus impostos em poucos cliques.

Um serviço 5 estrelas para você ficar tranquilo e cumprir todas as obrigações com a Receita Federal.

São mais de 170 mil usuários satisfeitos.

Clique aqui e conheça agora também o canal do Velotax no YouTube.