Diferença entre mercado à vista, a termo, futuro e opções

Olá Velotaxers, tudo bem? Hoje vamos entender de uma vez as diferenças entre: mercado à vista, a termo, futuro e opções.

Qual a diferença entre o mercado à vista e o futuro? Quais contratos são negociados? 

De maneira geral, as operações à vista são aquelas em que os negócios são realizados e liquidados à vista. Já as operações a prazo, são as realizadas para terem uma liquidação em uma data futura. 

Com isso em mente, de maneira substancial a diferença básica entre os dois mercados refere-se ao prazo de liquidação acordado. 

Vamos entender melhor tudo isso? 

mercado

O que é o mercado à vista?

É o mercado onde o comprador paga o ativo no exato momento em que ele é adquirido, ou seja, funciona da mesma maneira que as compras que são realizadas à vista. Ao comprar um ativo, ocorre o pagamento à vista.

Existem alguns prazos para que o ativo comprado passe para o comprador. Esse prazo irá considerar o ativo adquirido e o sistema em que ocorreu a negociação, e pode variar entre 1 dia útil até 3 dias úteis.

Ao adquirir uma ação no mercado à vista, o dinheiro do comprador sai de sua corretora, cumpre todos os processos de custódia e de liquidação, e aí então a ação se torna do investidor comprador.

Já a ação, quando vendida, é processada pelas instituições depositárias e depois é transferida para a titularidade do comprador.

As ações negociadas no mercado à vista são negociadas em lotes conhecidos como lotes-padrão. A B3 é responsável pela organização desses lotes, porém quem define a quantidade de ações, por lote, são as empresas.

O que é o mercado a termo?

Para o mercado a termo, temos o seguinte conceito: é uma operação de compra e venda de derivativos, com preço à vista e com o acréscimo de juros. Sua liquidação é fixada em data futura.

Nesse mercado, vendedor e comprador assumem um compromisso de efetuar a transação no vencimento acordado. Aqui é assumido um compromisso a longo prazo. A negociação gera uma relação contratual e as obrigações devem ser cumpridas conforme as cláusulas acordadas. 

A taxa de juros é combinada entre as partes e, normalmente, pode ficar próxima à taxa Selic. O prazo também é acordado na negociação e no contrato com uma variação de, no mínimo, 16 e no máximo, 999 dias.

Mesmo que o comprador se arrependa da sua aquisição, o pagamento deverá ser efetuado no prazo e preço combinados. As partes, comprador e vendedor ficam vinculadas entre si, até a efetivação do contrato.

As operações a termo devem ser realizadas através de uma corretora e a B3 apresenta todas as operações a termo disponíveis no pregão. A operação a termo exige uma margem de garantia que é um percentual sobre o valor total.

Esse tipo de operação recebe o nome de alavancagem: é necessário ter em conta um valor menor do que o negociado como garantia.

Entenda mais sobre como declarar investimentos em ações

O que é o mercado futuro?

Funcionando de maneira similar ao mercado a termo, com a diferença de que no mercado a termo, o comprador não pode vender a obrigação adquirida. Já no mercado futuro, o comprador pode cumprir o contrato ou, pode transferir a obrigação adquirida, para outro investidor.

No mercado futuro são negociados contratos futuros, um tipo de derivativo. Representam o compromisso, de comprar ou de vender, uma quantidade determinada de um ativo, por um determinado preço para liquidação em data futura.

Cada contrato negociado no mercado futuro tem um lote mínimo, que é a quantidade mínima a ser negociada de um determinado ativo. Quando um investidor adquire um contrato futuro, os ganhos aparecem a partir da valorização do preço do contrato, em contrapartida, as perdas surgem quando este preço recua em relação ao contrato adquirido.

Todos os contratos precisam seguir um determinado padrão para que os investidores possam ter a certeza de que estão negociando exatamente a mesma coisa e, nas mesmas condições.

Diferentemente do que ocorre ao se investir em ações, o investidor não paga e não recebe o valor dos contratos que estiver operando. O investidor irá arcar apenas com as oscilações do contrato que opera, recebendo os rendimentos ou pagando pelas perdas que podem ocorrer.

O mercado futuro também exige uma margem de garantia em seus contratos. Operar no mercado futuro, também permite que o investidor utilize-se da ferramenta alavancagem. Entretanto, o investidor ou operador deve se atentar aos ajustes diários.

Ajuste diário é um mecanismo utilizado pela bolsa, como proteção e manejo de riscos dentro do mercado futuro e possuem como objetivo evitar inadimplências. É a partir do ajuste diário que os lucros e prejuízos dos investidores, referentes aos contratos negociados, são pagos diariamente.

O que é o mercado de opções?

As opções são contratos onde são negociados o direito de comprar ou vender um ativo-objeto, por um determinado período, por um preço prefixado (strike). 

Quem faz a compra de uma opção é sempre o titular. Já quem faz a venda de uma opção é o lançador. 

A grande maioria das opções são negociadas na Bolsa de Valores, que é quem determina as datas de vencimento dessa modalidade de investimento. A B3 determina todas as garantias de cobertura e margem em que são negociadas as opções.

Entretanto, essa não é a única forma de negociar opções: compradores e vendedores podem negociar diretamente e definir as particularidades do contrato. A B3 assegura apenas que as partes cumpram aquilo que foi acordado.

Quando a data de exercício chega (o vencimento prefixado) o titular da opção exerce ou não o seu direito de vender ou comprar o ativo-objeto. É importante se atentar que ao chegar a data de vencimento prefixado, é o último momento em que o titular pode exercer seu direito.

Após essa data, a opção perde a validade e não pode mais ser negociada.

Como saber se vale a pena ou não exercer o direito de comprar ou vender o ativo objeto? É preciso analisar o preço dele na data prefixada. Vejamos algumas situações:

  • Para um titular de uma opção de compra, é vantajoso exercê-la se o valor do ativo-objeto estiver acima do preço de exercício. Nessa situação, ele vai comprar o ativo por um preço menor do que o do mercado. 
  • Se um titular com opção de compra se deparar com o ativo-objeto com o valor menor que seu preço de exercício, não será vantajoso exercer essa opção. Para essa situação, basta deixar a opção expirar, já que seria mais barato comprar o ativo direto no mercado.
  • Agora, para um titular de uma opção de venda, será vantajoso exercer a opção se o valor ativo-objeto estiver abaixo do preço de exercício. Nessa situação, o titular conseguiria vender o ativo por um valor maior do que o do mercado e lucrar com isso.
  • Na situação do valor do ativo-objeto estiver acima do preço de exercício, não se tem uma vantagem. Para essa situação, basta deixar a opção expirar.

As opções permitem ao seu titular trabalhar com essas situações e pode tanto ser usado como uma forma de proteção, quanto também permite especular em busca de ganhos rápidos. No entanto, ele envolve riscos que você precisa conhecer antecipadamente.

mercado

Quais os tipos de investimentos que estão em cada mercado?

No mercado à vista, o investidor precisa ter dinheiro suficiente para comprar um lote padrão de ações. Por exemplo, se uma ação tem o valor de R$ 80,00, logo para a aquisição do lote padrão será de R$ 8.000,00.

Já no mercado a termo, o derivativo negociado são contratos que têm a quantidade específica de ações, e com o valor do mercado à vista, com a incidência de juros. 

No mercado futuro, assim como no a termo, são negociados contratos para liquidação em data futura, com preço fixado. A liquidação desses contratos é que ocorre de maneira diferente. Os ativos podem ser commodities, dólar, índices estrangeiros.

No mercado de opções, são negociados contratos que irão garantir o direito de compra ou de venda de uma determinada ação, dentro de um prazo estipulado.

Esperamos ter ajudado até aqui!

Como o Velotax funciona?

O Velotax é uma plataforma que tem o intuito de facilitar a vida do investidor, quando se trata do pagamento dos impostos, através do Darf para IR
Se você já fez seu cadastro, clique aqui
Se ainda não fez seu cadastro, clique aqui e descomplique seus impostos já! 

O Velotax é seguro?

Milhares de pessoas já emitem Darf pelo Velotax.

O Velotax é a plataforma mais conhecida do mercado para quem precisa emitir suas DARFs e pagar IR em investimentos.

São centenas de reviews positivos sobre o Velotax. Acesse o Trustpilot do Velotax e veja por si mesmo.

Esclarecemos todas as suas dúvidas sobre mercado à vista, a termo, futuro e opções.? 

Agora você pode ir para a prática e preparar a sua declaração do IR sobre mercado à vista, a termo, futuro e opções de uma maneira rápida e tranquila.

O Velotax desenvolveu uma plataforma simples para calcular, pagar e declarar o seu IR.

Confira as nossas soluções.

Um serviço 5 estrelas para você ficar tranquilo e cumprir todas as obrigações com a Receita Federal.

São mais de 100.000 usuários satisfeitos.

Clique aqui e conheça agora também o canal Velotax no YouTube.

mercado